Mundo BANI: explicando cada uma das caraterísticas (Parte 04 – Final)

Mundo BANI: explicando cada uma das caraterísticas (Parte 04 - Final)

No Mundo BANI, a cada dia nos deparamos com uma novidade, com uma inovação ou com alguma alteração no status quo. A imprevisibilidade dos nossos dias torna tudo incompreensível.

Praticamente tudo aquilo que você considera fixo e imutável, de repente se transforma. E isso pode causar insegurança, inconformismo e até mesmo angústia em algumas pessoas. Portanto, ser incompreensível é uma das quatro características do Mundo BANI

As transformações no Mundo BANI

As transformações no planeta e na sociedade estão cada vez mais aceleradas | Foto por Tara Winstead em Pexels.com

De repente você acorda e está vivendo num mundo diferente do que você estava acostumado até então. Esta realidade não se limita apenas a roteiros de filmes de ficção. Ela pertence à nossa vida, cada dia mais.

Se no passado demorava muito para assistirmos a mudanças profundas, atualmente vivenciamos pequenas alterações diárias. Mas quando colocamos tudo em perspectiva, percebemos que tudo está sofrendo alterações.

Por menores e mais singulares que sejam, estas mudanças impactam nossas vidas. Algumas com mais ímpeto, outras com menos força, mas todas elas alteram nossa forma de viver. No Mundo BANI podemos ver:

  • Avanço da tecnologia no mercado de trabalho e a implementação do regime de home office ou anywhere office;
  • Expansão da educação, que dá acesso à grandes universidades do planeta inteiro sem ao menos sair de casa;
  • Evolução na ciência e na medicina, com a chegada da telemedicina e das descobertas mais aceleradas de estudos e de vacinas;
  • Relacionamento interpessoal e intercultural, virtualmente, pelas redes sociais;
  • Criação de inovações e soluções disruptivas para a vida, como o Metaverso e outras plataformas de interatividade entre o mundo real e o virtual.

Quarta característica: Incomprehensible – Incompreensível

A quarta, e última, característica do Mundo BANI é ser Incompreensível. | Foto por Pixabay em Pexels.com

Simplesmente não dá para entender tudo o que está acontecendo. A quarta e última – mas não menos importante – característica do Mundo BANI é ser incompreensível.

É como uma pergunta para a qual ninguém tem a resposta certa, pelo fato de a realidade estar sempre mudando. Antes, a humanidade até poderia encontrar uma resposta sólida para algumas questões. Atualmente, nada permanece por tempo suficiente, e isso pode causar angústia e medo no ser humano.

A incompreensão do Mundo BANI pode ser ainda mais grave para indivíduos de gerações passadas. Verdades e conceitos que faziam sentido quando eram mais jovens, podem não caber mais nos dias atuais. 

Portanto, a solução para o Mundo BANI incompreensível é tentar se conhecer cada vez mais. Ao invés de procurar respostas no mundo, na sociedade e nas pessoas, o autoconhecimento pode ser uma chave.

Para viver as experiências no Mundo BANI, o empreendedor precisa conhecer os seus limites e as suas competências. Dessa forma, ele poderá aplicar suas habilidades para melhorar a vida de todos. 

Além disso, é importante que o profissional e o empreendedor parem de enfrentar a realidade. A saída é apaixonar-se pela dor, pelo problema das pessoas e buscar a solução para satisfazer suas necessidades.

É necessário colocar em prática todas as competências socioemocionais e todas as habilidades que ele possui. Criatividade, pensamento crítico e analítico, solução de problemas complexos, colaboração, entre outros. 

Como produto de todas estas práticas, temos novas rotas traçadas, inovações na sociedade e exploração de novas estratégias. Parar, recomeçar e tentar novamente também é outra característica importante, traduzida como resiliência

O mundo está girando, as coisas seguem acontecendo, a evolução persiste. Cabe a cada um de nós escolher se ficaremos parados ou acompanharemos o fluxo da evolução no Mundo BANI.

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: