Mundo BANI: explicando cada uma das caraterísticas (Parte 01)

Mundo BANI: explicando cada uma das caraterísticas (Parte 01)

O último artigo da Hora do Empreendedor trouxe a explicação do conceito de mundo BANI. A partir de agora, vamos focar nosso esforço em compreender cada uma das letras deste acrônimo.

Trazendo alguns exemplos, nossa intenção é demonstrar como ele influencia diretamente nossas vidas. Ao final desta série, você poderá perceber se sua rotina ou sua vida também são impactadas pelo Mundo BANI.

Mundo BANI: muito além de VUCA

Conforme dissemos no primeiro artigo da série, o conceito de Mundo BANI veio para substituir e atualizar o Mundo VUCA. Estudiosos e pesquisadores de tendências e do mercado de trabalho compreendiam que a vida era:

  • Volátil – Volatility
  • Incerta – Uncertainty
  • Complexa – Complexity
  • Ambígua – Ambiguity

E não que ela não seja tudo isso mesmo. Realmente é. Mas a revisão de Mundo VUCA para Mundo BANI torna a compreensão da atualidade mais concreta e palpável. O mundo BANI é Frágil (Brittle), ansioso (Anxious), não-linear (Nonlinear) e incompreensível (Incomprehensible).

E para que o entendimento sobre cada uma destas características fique mais clara, vamos abordá-las separadamente. Como dito anteriormente, utilizaremos dados estatísticos para demonstrá-las no nosso dia-a-dia. E a primeira característica é: Brittle, que significa frágil.

Primeira característica Brittle – Frágil

Frágil (Brittle): O primeiro aspecto do Mundo BANI. | Foto por Dids em Pexels.com

A pandemia de Covid-19 mostrou para todos nós o tamanho e a profundidade da fragilidade humana. Tanto em termos de saúdes – física, mental e emocional – quanto em aspectos financeiros.

Empresas e comércios que existiam há décadas sofreram para manter as atividades enquanto tentavam se adaptar ao mundo digital. De acordo com dados do Ministério da Economia, 1,4 milhão de empresas encerraram as atividades em 2021.

Já segundo a Agência de Notícias do IBGE, a pandemia foi responsável por 40% do fechamento das empresas nos últimos anos. Ainda de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a pandemia impactou negativamente 70% dos negócios no país.

Muito além da saúde, da economia e do mercado de trabalho, a fragilidade do Mundo BANI é visível em áreas como:

  • Alimentação;
  • Vida em sociedade;
  • Estudo;
  • Espaço privado;
  • Consumo;
  • Busca por informação.

Segundo reportagem da revista Veja, muitos brasileiros entenderam pela primeira vez a necessidade de cuidar da saúde mental. O equilíbrio emocional ganhou peso na rotina das pessoas, enquanto elas lutavam para gerir sua saúde diante de uma crise sanitária mundial.

Vivendo no Mundo BANI

E mesmo após a vagarosa retomada da vida, este novo Mundo BANI ainda traz dificuldades. Especialmente para trabalhadores que se sentem obrigados a voltar para o trabalho presencial mesmo sem querer.

Segundo a psicóloga Mariane Menegatti, uma empresa que almeja ser um local bom de se trabalhar deve estar atenta aos sinais. A sensação de segurança e pertencimento e a cultura organizacional devem ser prioridade.

Viver no Mundo BANI é encarar uma realidade frágil, que demanda adaptação, resiliência e muita coragem diariamente. É saber que se está pisando em ovos todos os dias e, portanto, todo cuidado e atenção são bem-vindos.

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: