As instituições financeiras mais confiáveis do público

As instituições financeiras mais confiáveis do público

Quem determina se uma marca tem credibilidade, é confiável e digna de ter clientes é o próprio público. O ente abstrato chamado mercado é, acima de tudo, formado por pessoas, que resolvem ou não entregar seu dinheiro e sua confiança a uma empresa. Nele estão as instituições financeiras, órgãos públicos e privados que controlam o dinheiro e fornecem crédito para as pessoas. Mais cedo ou mais tarde, todo trabalhador precisa confiar o seu dinheiro a uma dessas instituições financeiras. E isso nem sempre é tarefa fácil.

A confiança em bancos e instituições financeiras 

Prêmios, medalhas e posições em rankings só são possíveis mediante pesquisa de opinião pública, que apontam quais as marcas e empresas merecem a confiança e a credibilidade dos clientes. Nenhum setor da economia passa incólume no crivo do público. Tampouco o ramo dos bancos e instituições financeiras que, pela natureza do próprio serviço prestado, necessitam gozar de enorme prestígio para conquistar o público.

A revista Forbes, uma das maiores autoridades mundiais quando o assunto são finanças e dinheiro, fez uma pesquisa sobre as instituições financeiras e bancárias que têm a maior confiança do público. A lista anual com os melhores bancos do mundo de 2021, feita em parceria com a Statista, traz o ranking das instituições financeiras de maior prestígio.

A Forbes já realiza um levantamento que classifica os 100 maiores bancos norte-americanos. Essa classificação se dá de acordo com balanços e declarações de lucros e perdas. Porém, a lista que traz as instituições financeiras mais confiáveis do planeta dá ouvidos ao público. A parceira da pesquisa, a Statista, analisou mais de 43 mil clientes em todo o mundo para colher opiniões. O parecer do público é referente ao seu relacionamento com bancos e instituições financeiras, atuais e anteriores.

A confiança dos brasileiros nos bancos

A pesquisa de 2021 trouxe algumas novidades em relação ao ano anterior, principalmente em relação às gigantes do setor. A lista brasileira mostra que Bradesco (12º), Itaú Unibanco (8º) e Santander (11º) perderam duas posições cada um.

As entradas de instituições como Sicredi, BMG, Sicoob e Banrisul também foram novidade, assim como o C-6 Bank, que aparece em 3º lugar na lista pela primeira vez. Outras jovens instituições fecham o G5: 

  • Nubank (1º)
  • Banco Inter (2º)
  • Pag Bank (4º)
  • Neon (5º)

O que não mudou pelo terceiro ano consecutivo foi a posição do Nubank. A fintech é líder nacional na opinião pública, e uma das cinco maiores instituições financeiras da América Latina.

O Nubank e a confiança do público

Quando dizemos que o mundo mudou – e continua mudando – é por causa de exemplos como o do Nubank. Fundado em maio de 2013, hoje a startup é reconhecidamente o maior banco digital independente do mundo. Os números e a realidade do Nubank são impressionantes, mesmo com menos de uma década de existência: 

A garantia de números tão impressionantes para o Nubank é justamente o seu relacionamento com o público. Notoriamente, os clientes mantêm uma relação de confiança com o banco quando o assunto é dinheiro. E é justamente isso o que demonstra a pesquisa da Forbes e da Statista, que conta com a opinião do público. O levantamento usa os serviços para afirmar qual a instituição financeira do Brasil que mais merece sua confiança.

Você precisa ter a confiança do público

O Nubank é um case de inspiração para todo empreendedor. Principalmente para entender o que faz o público preferir uma empresa muito mais jovem no mercado que instituições tradicionais. Apesar do vasto histórico e da larga experiência, muitas startups têm roubado a cena e o coração dos usuários.

Em primeiro lugar, o Nubank empregou todas as suas energias no nicho que escolheu atender. A instituição financeira trabalha incansavelmente para manter a confiança das pessoas que pertencem a esse nicho.

O banco digital reconheceu também que seu público-alvo é diferente dos clientes de outros bancos, mais tradicionais. Algumas constatações obtidas pelos gestores mostram que o cliente do Nubank:

  • Fala uma língua diferente da tradicional;
  • Porta-se de maneira casual;
  • Identifica-se de uma forma distinta do que procuram os grandes bancos.

O maior unicórnio brasileiro – empresas avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares – começou bem diferente. No início, sua operação se restringia ao serviço de cartão de crédito para o usuário. Mas, no tempo acertado, investiu também no programa de fidelidade, investimentos e empréstimo pessoal.

Anos passam e o Nubank se mantém como uma das maiores fintechs do mundo. A fintech continua expandindo seus serviços para outros países, como México e Colômbia. Mas jamais os gestores da startup deixam de ouvir o público, especialmente seus clientes, para saber dele o que ele precisa.

Aprendendo com o Nubank, o empreendedor deve estreitar o relacionamento com seu público. É fundamental tê-lo como a melhor fonte de informação para saber o que ele precisa. Esse relacionamento de duas vias demonstra respeito, socialização, identificação e familiaridade. Ouvir o público faz o empreendedor ganhar tempo na hora de criar novos produtos e serviços personalizados.

Observando a posição das instituições financeiras mais confiáveis do mercado, o empreendedor pode aprender uma lição. Uma empresa deve desenvolver soluções a partir das necessidades e dos desejos do consumidor. Para isso, ouvir e estar atento às suas demandas é fundamental.

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: